quarta-feira, 6 de maio de 2009

Mês de Nossa Senhora



Se existe algo forte em mim é a fé quanto a existência de um criador deste mundo maravilhoso em que vivemos. Quando quero sentir o cheiro de Deus, eu cheiro uma flor...quando quero sentir sua presença, eu olho para o céu, para o mar, para nós, seres humanos.

No entanto, esta fé nunca me mobilizou a ser uma frequentadora assídua de cerimônias religiosas, como assistir a uma missa, por exemplo, apesar de ter estudado minha vida toda em colégios de freiras.

As experiências que tive em missas dominicais, me davam uma impressão que os padres faziam de conta que pregavam a palavra de Cristo e as pessoas faziam de conta que seus pecados estavam perdoados e que por isto iam para o céu. Os rituais aconteciam de maneira simplista, me parecendo em alguns momentos um desrespeito a capacidade crítica das pessoas.

Daí, fui desenvolvendo algumas maneiras peculiares para chegar perto de Deus, através do outro e das orações ao acordar e ao me deitar.Me dava por satisfeita agindo desta maneira.

Lembro-me que quando criança colecionava santinhos. Acho que foi uma das poucas coleções que fiz na vida. Me encantava com os semblantes felizes dos anjinho e santinhas que surgiam nas imagens.Nesta época, pensei até em ser freira.Mas, eu tinha apenas 08 aninhos.


Recordo-me também, que até então, não entendia muito o significado do terço. Aquelas frases repetitivas, decoradas, me faziam confusões. E esta falta de significado, fazia com que não encontrasse um sentido para seguir estas orientações religiosas.

Porém, no inicio do mês de maio, fui convidada para participar da campanha da mãe peregrina onde , tive o prazer de receber o grupo de orações no meu apartamento. O grupo composto de mulheres de faixa etária heterogênea, davam um significado interessante na dinâmica do encontro, por ocasião da reza do terço. Porém, apesar da minha resistência a seguir rituais religiosos, confesso que me senti acalmada pela sensação de paz, harmonia e tranquila que o grupo, através dos cânticos, das orações de das intenções expontâneas manifestada por algumas pessoas. Foi um experiência digna de ser compartilhada, porque eu descobri o poder das orações e da entrega da fé.

Sem comentários:

Enviar um comentário

My Journey

Trata-se de um blog pessoal, onde sinto-me à vontade para falar sobre my way and my journey.

Amigos que Acompanho

Acompanham-me..!!

Quem Sou

A minha foto

Eu pensei que me conhecia, mas eu me imaginava. Eu pensei que existiam somente duas Marys dentro de mim. Uma que eu a controlava, outra que me controlava. No entanto, comecei a tirar os véus da imaginação e me dei conta que existem muitas mulheres dentre deste corpo pequeno e frágil. Por isto, ele era tão complexo e vulnerável.A partir daí, comecei a compreender a fala da minha incompreensão, tentando ser menos severa comigo, para ser mais amável e tolerante para aceitar que sou o que sou, sem nenhum compromisso em querer ser politicamente correta para agradar aos outros. Isto me acalma e me faz ver-me diferente. Sou mulher, mãe, profissional, deusa, amante, cidadão do mundo, vivendo intensamente meu universo feminino. Isto é o que chamo de entrega de mim à mim, mesma. Sou seguidora incondicional de Jesus Cristo.

Bem....

Bem....

Obrigada pela visita e volte sempre!

Obrigada pela visita e volte sempre!